Os ácidos graxos ômega-3 ganharam muito respeito na comunidade de saúde como nutrientes essenciais para várias funções do organismo. Mas o corpo não produz ômega-3 por conta própria, o que significa que você deve consumi-lo regularmente a partir de suplementos, como Ômega 3 Equaliv, ou fontes alimentares ricas neste tipo de “gordura saudável”.

Entre os benefícios de saúde mais conhecidos do ômega-3 está a prevenção de doenças cardíacas, mas o nutriente também auxiliam na visão, saúde da pele e das articulações, saúde do cérebro, memória e muito mais. Inclusive há pesquisas analisando seu papel na redução do risco de demência e doença de Alzheimer.

Veja abaixo por que você precisa de ômega-3 e como é importante adicioná-lo efetivamente na sua dieta.

Ômega-3 para o coração

Este é um benefício incontestável do ômega-3 para a saúde – não há dúvida de que o nutriente pode realmente fazer maravilhas pelo seu coração. A American Heart Association afirma ainda que “os ácidos graxos ômega-3 beneficiam o coração de pessoas saudáveis ​​e aquelas com alto risco de doenças cardiovasculares”.

Isso se deve pelas propriedades anti-inflamatórias do ômega-3. A inflamação não só pode prejudicar os músculos, articulações e pele, mas também pode danificar os vasos sanguíneos, o que pode levar a problemas cardiovasculares.

O ômega-3 também demonstrou ajudar a reduzir os triglicerídeos (gorduras não saudáveis), que podem levar a depósitos de gordura nas paredes das artérias, aumentando o risco de ataque cardíaco ou derrame.

Ômega-3 para uma função cerebral saudável

Um dos principais benefícios do ômega-3 é sua capacidade de ajudar a apoiar a função cerebral saudável. Os ácidos graxos são, de fato, considerados um importante bloco de construção do cérebro, por isso não é surpresa que você veja este nutriente tão frequentemente associado à função cerebral.

Como um anti-inflamatório natural, o ômega-3 ajuda a reduzir a inflamação no cérebro, que pode interromper os sinais cerebrais cruciais. Além disso, pesquisas indicam que uma suplementação de ômega-3 pode ser útil para a perda de memória leve.

Embora o ômega-3 não trate a demência ou a doença de Alzheimer, estudos descobriram que idosos com níveis mais altos de ômega-3 têm um risco menor de desenvolver demência e declínio cognitivo.

Ômega-3 para saúde dos músculos e articulações

As propriedades anti-inflamatórias do ômega-3 podem fazer maravilhas quando se trata de músculos e articulações, ajudando a manter a mobilidade, principalmente à medida que você envelhece. Isso ocorre porque a produção de cartilagem, tecidos conjuntivos que ajudam a amortecer as articulações, diminui com a idade, deixando os indivíduos mais vulneráveis a dores e inflamações.

Novas pesquisas indicam que o ômega-3 também pode desempenhar um papel ligado ao cálcio. O cálcio é essencial para ossos fortes e saudáveis, mas depende de vários outros nutrientes para ser adequadamente absorvido e utilizado pelo corpo.

Felizmente, os ácidos graxos podem ajudar na absorção de cálcio, o que pode aumentar a quantidade de cálcio nos ossos, otimizando sua força e reduzindo o risco de desenvolver uma condição como a osteoporose.

Ácidos graxos ômega-3 benefícios para o coração, cérebro, articulações e muito mais
Ácidos graxos ômega-3 benefícios para o coração, cérebro, articulações e muito mais

Ômega-3 para inflamação

A inflamação constitui uma parte importante da resposta imune, no entanto, também está na raiz de muitos problemas de saúde, desde certos tipos de doenças cardiovasculares até fibromialgia e artrite.

Quando a inflamação se torna crônica ou de longo prazo, seja como resultado de estresse, uma condição autoimune ou outros fatores ligados à sua dieta e estilo de vida, as células imunológicas podem, às vezes, começar a atacar seus tecidos, levando à degeneração e inchaço.

Como muitos dos benefícios dos ácidos graxos derivam de sua ação anti-inflamatória, acredita-se que uma suplementação com ômega-3 pode ajudar a reduzir a inflamação, atenuando suas reações, e reduzindo os níveis de citocinas pró-inflamatórias e mediadores inflamatórios (eicosanoides).

Ômega-3 para a saúde ocular

Embora seja certamente verdade que o ômega-3 é benéfico para a saúde do coração, dos músculos e articulações, vale a pena destacar o papel vital que esse tipo de gordura saudável desempenha no apoio à saúde dos olhos.

O ômega-3 do tipo DHA (ácido docosahexaenóico) é um componente estrutural essencial da retina, a parte do olho necessária para o reconhecimento visual. Portanto, se você não está ingerindo a quantidade certa de ômega-3 em sua dieta, isso pode afetar sua visão.

Um estudo analisou especificamente o papel que o ômega-3 poderia desempenhar na degeneração macular relacionada à idade (DMRI). Os portadores de DMRI também apresentavam níveis mais baixos de DHA, bem como outro tipo de ácido graxo, fornecendo mais evidências da relação entre ômega-3 e visão. Portanto, aumentar a ingestão deste nutriente pode ser importante para a saúde ocular.

Ômega-3 para a pele

A pele é o maior órgão do corpo e depende de um delicado equilíbrio de nutrientes para se manter de maneira ideal. A sua camada externa pode ser danificada quando exposta a estressores ambientais, alérgenos e toxinas, resultando em secura e irritação.

Ômega-3 suporta as membranas da pele, ajudando a reparar quaisquer células ou tecidos danificados, aumentando a força da epiderme para que patógenos e alérgenos não a penetrem.

Suas propriedades anti-inflamatórias também funcionam para reduzir o inchaço e, como a inflamação pode ser um dos principais gatilhos para doenças da pele, como acne, eczema e psoríase, acredita-se que o ômega-3 possa ajudar também nestas condições. 

O que você achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe.
Avatar de Cristina Leroy Silva

Formada em letras pela UNICURITIBA, Cristina Leroy começou trabalhando na biblioteca da faculdade como uma das estagiárias sênior. Trabalhou como revisora numa grande editora em São Paulo, onde cuidava da parte de curadoria de obras que seriam traduzidas/escritas. A 4 Anos decidiu largar e se dedicar a escrever em seu blog e sites especializados.