8 tipos de bonés: saiba qual combina mais com sua personalidade

Um acessório que não pode faltar no look masculino é o boné. Criado para proteger os olhos do sol, utilizado por desportistas, caminhoneiros e trabalhadores rurais, o boné tornou- se um acessório indispensável, principalmente para os homens.

Existem bonés de todos os tipos e indicados para ocasiões diferentes. Além disso, existem diversas marcas que comercializam seus bonés. No entanto, também é possível ter um boné personalizado e assim deixar o visual com mais personalidade e estilo.

Descubra os 8 tipos de bonés e veja qual combina mais com sua personalidade para montar seus looks.

A história do boné

O boné é um tipo de chapéu de copa redonda com uma aba, criado para proteger a cabeça e os olhos do sol. É utilizado por homens e mulheres de todas as idades, sendo mais comum entre o público jovem.

Além disso, seu uso também é mais comum entre praticantes de atividades desportivas, apesar disso, tornou-se comum para complementar o look.

O boné tornou-se popular a partir do século XIX, nos Estados Unidos quando os jogadores de baseball começaram a utilizá-lo. Inicialmente era produzido com palha e depois com um tipo de lã. 

No entanto, foi apenas nos anos 1980 que o boné passou a ser utilizado como expressão de identidade e estilo, passando a ser adotado por marcas de grife.

Principais tipos de bonés

Conheça os principais tipos de boné para escolher o que melhor representa o seu estilo.

Fitted

O boné do tipo fitted possui aba reta e tornou-se popular há pouco tempo. É o tipo preferido dos rappers e de quem curte hip hop.

Como é um modelo mais fechado, não possui regulagem, embora alguns venham com elástico. Assim, é recomendável experimentá-lo antes de comprar. 

É possível encontrá-los tanto em cores sóbrias como estampados.

Snapback

O snapback é muito semelhante ao fitted. A diferença entre eles fica por conta da abertura na parte traseira. Portanto, o snapback possui regulagem.

Esse é o tipo de boné ideal para usar no dia a dia para compor o visual com camiseta e calça jeans.

Polo Hat

Bonés também podem ser formais. É o caso do boné tipo Polo Hat, que segue a proposta das camisas Polo. Se tornou popular entre os jogadores de golf que o utilizavam para proteger os olhos durante a partida. 

É um boné simples e versátil, com aba curva e uma fivela para ajuste na parte traseira e normalmente possui tons mais neutros.

Por isso, é um boné indicado para situações um pouco mais formais, que pedem um estilo casual.

Dad Hat

O boné do tipo Dad Hat é semelhante ao Polo Hat. No entanto, o Dad Hat é usado para visuais mais descolados, com cores desgastadas, que passa a ideia de boné surrado, velho.

Além disso, é um boné com copa mais arredondada e por isso mais maleável e bastante utilizado por rappers e cantores de hip hop.

Panel

O boné do tipo Panel é o mais diferente até aqui. Ele possui cinco painéis de tecido, sendo que o frontal é o que se destaca e onde normalmente vai a marca do boné ou se aplica uma estampa diferenciada, deixando o boné personalizado. Por isso, seu design é mais contemporâneo.

Aba curva

O boné de aba curva talvez seja o modelo mais utilizado e por isso tradicional. Ele protege o rosto do sol e é indicado para rostos mais finos e vai bem em qualquer ocasião.

Aba reta

Diferente do aba curva, o boné de aba aberta deixa o rosto totalmente amostra e é o mais usado por quem curte o estilo streetwear.

Trucker

A característica do boné do tipo trucker é a renda de nylon na parte de trás, o que deixa a cabeça mais ventilada. É conhecido como boné “caminhoneiro” e já foi muito utilizado por trabalhadores rurais.

Conclusão

Os bonés podem ser utilizados em qualquer ocasião, tanto de dia como de noite. a hora de compor o look, leve em consideração os tecidos da roupa e  tipo de ocasião.

Mas sabendo combinar, qualquer tipo de boné pode ser utilizado em ambientes formais ou informais.

O fato é que um boné personalizado faz toda a diferença na composição de um look com mais personalidade e estilo.

 

Veja também Como é o estilo de vida de nômades digitais

você pode gostar também